cronica_semana_43_perfil_facebookExistem certos fatos, certas coisas, que a gente toma conhecimento e das quais não se pode deixar de comentar. Ainda nesta semana, a convite do meu amigo e colega Mauro Márcio de Alvarenga, participei de uma reunião do PDT. Logo que cheguei à sede do partido, bem instalado em uma casa do bairro Amazonas, fui recebido com muito carinho pelo Presidente Chiquinho e pelo Prof. Cândido. Pude sentir que, realmente, era bem recebido e o entusiasmo era autêntico, não era só por educação.

Assisti naquela noite de quarta-feira a uma reunião partidária dentro do figurino. Todos os presentes envolvidos em um verdadeiro aprendizado político, em uma troca de ideias constante, sempre dentro de uma linha atuação dinâmica e compreensível para o mais simples e humilde dos que ali se encontravam. Eu, por mim, já tinha notícias deste trabalho sistemático que o PDT vinha fazendo, com seminários, debates, grupos de estudo, etc. Não é daqueles partidos que só se reúne às vésperas das eleições, como a maioria faz. O partido exite o ano inteiro, é uma verdadeira agremiação, atuando diariamente. Estão de parabéns.

Aí, quando voltei para casa, lembrei-me dos velhos tempos do PMDB, onde militei por vários anos. O partido passava o tempo todo sossegado. Era ou não era, Marcos? Só a executiva se reunia com frequência, o diretório em raras ocasiões. Não havia este trabalho sistemático com os filiados. Mas quando chegava a época das eleições, aí sim, as reuniões eram frequentes e os filiados apareciam. Mesmo assim, com esta organização precária, o partido governou Itabira por sucessivos mandatos. Tivesse a organização que vi no PDT, poderia estar no poder até hoje.

Uma coisa leva a outra e política é, principalmente, organização. Vejam a campanha do Li. Não acompanhei de perto, mas sei, de fontes verdadeiras, que a organização foi o fator principal da vitória. E o partido continua organizado. Não basta, apenas, ter um bom candidato, popular, carismático, se o partido não estiver bem estruturado. O exemplo do PDT está aí, fresquinho, para quem quiser seguir, até o nosso confuso PSDB… E não se iludam, eleição não se ganha antes da hora…

Um abraço, minha gente, e até a próxima.